POSSO FAZER REDUÇÃO DE ESTÔMAGO PARA ELIMINAR O EXCESSO DE PESO?

Normalmente, a cirurgia bariátrica (redução de estômago) é a última alternativa para o tratamento da obesidade, devendo ser considerada em indivíduos com IMC ≥ 35 kg/m2 que não tenham tido sucesso em tentativas anteriores de tratamento convencional com modificação de estilo de vida (dieta e atividade física) associados ou não ao uso de medicamentos específicos aprovados para redução do peso.

A presença de uma ou mais doenças associadas ao excesso de gordura corporal deve ser levada em consideração para a indicação da cirurgia, incluindo: diabetes tipo 2, síndrome de apneia obstrutiva do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, síndrome de obesidade-hipoventilação, síndrome de Pickwick, doença hepática gordurosa não alcoólica (esteatose hepática – gordura no fígado), esteatohepatite não alcoólica, pseudotumor cerebral (aumento da pressão intracraniana), doença do refluxo gastroesofágico, asma brônquica, insuficiência venosa crônica, incontinência urinária severa, doença articular debilitante e prejuízo da qualidade de vida. A cirurgia bariátrica também pode ser considerada em casos selecionados de pacientes com IMC entre 30 a 34,9 kg/m2 em portadores de síndrome metabólica e diabetes tipo 2 mal controlado. Indivíduos de etnia asiática que costumam ter repercussões negativas mais importantes do excesso de gordura corporal podem ser considerados para cirurgia com patamar de peso mais baixos.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos recentes