O estresse muda a acidez do estômago?

Então queimação pode ser um sintoma de estresse?

Pessoas que sofrem de estresse crônico tem incidência bem maior de sintomas digestivos, como azia, náuseas, refluxo e alteração do hábito intestinal (diarreia e/ou constipação). Estudos sugerem que a produção de ácido no estômago não se encontra habitualmente aumentada nesses indivíduos, mas sim que essas pessoas são muito mais sensíveis a esses sintomas, possivelmente por aumento de sensibilidade do cérebro a estímulos de desconforto. Em outras palavras, mesmo pequenas mudanças na secreção ácida do estômago podem amplificar as sensações. Além disso, substâncias conhecidas como prostaglandinas, que são responsáveis por proteger o estômago dos efeitos do ácido, podem estar depletadas em situações de estresse.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos recentes