OBESIDADE E CÂNCER

• Muito se fala da associação de obesidade com diabetes e DCV, mas poucas pessoas conhecem a relação entre obesidade e câncer.
A obesidade é associada com risco aumentado de desenvolvimento de vários tipos de câncer, tais como esôfago, pâncreas, intestino, mama, endométrio, rim, tireoide e vesícula biliar; além disso, a mortalidade em indivíduos obesos diagnosticados com câncer é consideravelmente maior.
• Caso o crescimento mundial alarmante da obesidade não seja contido, é provável que nas próximas décadas ela ultrapasse até mesmo o tabagismo como a principal causa evitável de câncer.
• Dados americanos sugerem que 4% de novos casos de câncer em homens e 7% em mulheres são atribuídos à obesidade, o que implica em mais de 80.000 novos casos de câncer nos EUA todos os anos causados diretamente pelo excesso de gordura.
• A associação entre obesidade e câncer é ainda maior em determinados tumores, sendo responsável diretamente por cerca de 40% dos casos de câncer de endométrio e de adenocarcinoma de esôfago.
• Além disso, o sobrepeso e obesidade são responsáveis por 15 a 20% das mortes relacionadas ao câncer.
• Em resumo, indivíduos obesos tem maior risco de desenvolver vários tipos de câncer, maior chance de recorrência após o tratamento, e morrem mais por conta desses tumores, quando comparados a indivíduos de peso normal.
• Embora ainda não se saiba exatamente se perder peso após o diagnóstico tenha efeito benéfico no prognóstico da doença, entender que há uma importante relação entre obesidade e câncer é um ponto-chave na área da oncologia.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos recentes